Skip to content

Por Que o Cristianismo Ataca a Sexualidade

A igreja cristã tem feito tudo ao seu alcance para suprimir e controlar sexualidade. A energia sexual é a força de vida criativa que libera a Kundalini, e é uma ameaça direta à sua agenda de escravizar a humanidade.

Não há nada de espiritual no cristianismo. O cristianismo é uma ferramenta para remover todo o conhecimento espiritual e espiritualidade. Isto foi realizado de forma eficaz por atacar o segundo chakra, que é o chakra sexual, mantendo, assim, a serpente Kundalini presa na base. Para que a energia Kundalini suba, e suba com segurança, todos os chakras devem estar livres e abertos. Inibições psicológicos manifestam-se nos chakras, que são os principais componentes da alma e criam bloqueios que impedem a ascensão e a circulação de energia espiritual, tanto nos 7 principais chakras e nas 144.000 nadis.

Cristianismo, islamismo, e outros programas relacionados para destruir espiritualidade veementemente atacam a sexualidade de qualquer forma que eles possam, seja heterossexualidade, homossexualidade, etc. Eles trabalham para causar inibições sexuais, culpa, vergonha, e transformar algo bonito e espiritualmente fortalecedor em algo feio. Poucos, se houver, cristãos ou muçulmanos, estão cientes do que a espiritualidade realmente é. Todos esses programas têm nefastos conceitos espirituais substituídos por personagens impostores judeus, lugares judeus, e outros arquétipos judeus fictícios, como Jesus, o nazareno. Jesus foi utilizado como um diversão e distração, privando seus seguidores de acessar a verdadeira espiritualidade e trabalhar em suas almas. Verdade seja dita, salvamos nossas próprias almas. “Jesus” é um personagem fictício judeu que nada mais é do que um impostor de um CONCEITO.

Kundalini liberta a alma e também abre a psique. A igreja cristã também tem feito de tudo em seu poder para nos impedir de se comunicar com seres como Satan e seus demónios, e deliberadamente nos privaram do conhecimento e poder. Isso mantém a nós todos no escuro, e nos cortar de nosso verdadeiro Deus Criador.

“DESTRUIREMOS DEUS” – Protocolos dos Sábios de Sião.

A repressão sexual cria um desequilíbrio na base e no segundo chakra, que afeta no nível emocional (chakra), isso se estende para o próximo chakra e daí, temos mais um desequilíbrio, criando medo e culpa, e outros distúrbios emocionais e psicológicos. Devido a privação, não há saída e a humanidade degenera espiritualmente de geração em geração. Cada geração foi doutrinada e condicionada a ver a sexualidade da forma judaico/cristã/muçulmana. Aqueles de nós que são totalmente livres dessa influéncia são poucos. Sexualidade = Vida, libertação e progresso espiritual.
A Igreja sabe disso e negou esse conhecimento a população em geral ao longo dos séculos.

Agora, quando eu mencionar “a Igreja”, refiro-me àqueles no topo, e não o sacerdote pedófilo médio ou ministro. O sacerdócio católico é um excelente exemplo do nível de doutrinação, ignorância e estupidez todo o caminho com obediéncia cega.

Os estupros e assédios infantis são as principais ilustrações do que ocorre quando alguém conscientemente suprime o poderoso apetite sexual, que é a força vital em si.

Devido à supressão desse conhecimento, a humanidade está operando em 1/5 – 1/10 do potencial total. Os centros de energia permanecem fechados e dormentes, privando o mundo de outras dimensões, bloqueando potencial espiritual, mental, emocional e físico a fim de manter o poder nas mãos de uns poucos “escolhidos”.

Tudo isso é o uso de magia negra nos níveis superiores que foi proferida através dos séculos. O movimento Nova Era ensina desamparo, e fortemente desencoraja qualquer forma de magia negra para garantir que esse poder permaneça nas mãos de poucos. Justiça e retidão são fortemente desencorajados e atacados. As pessoas estão sendo doutrinados a ser vítimas e escravas. O medo é usado incessantemente, não é diferente do comunismo judeu, que é onde o cristianismo eventualmente leva.

Entusiastas da Nova Era que praticam magia também estão desequilibrados. Os antigos egípcios sabiam que para ser perito, é preciso ser versado em ambos os aspectos brancos e negros de magia. Magia Negra é reprimida e controlada por poucos no poder no topo que fazem uso liberal do mesmo. A pessoa média não é apenas ignorante a esse fato, mas impotente contra ele.

A difamação e a exclusão das mulheres nas religiões do Caminho da Mão Direita é também para um propósito específico. Como Thoth disse, tudo vem em dupla para o equilíbrio e harmonia. Dois é a força criativa. A energia feminina dentro de todos nós é o subconsciente e a psique. O aspecto feminino nos conecta com as dimensões superiores da mente em equilíbrio para o lado lógico masculino do cérebro. Os dois idealmente deveriam trabalhar juntos em harmonia. A energia kundalini é a parte feminina da alma. Ao atacar e denegrir as mulheres, suprime-se essa energia subliminarmente.

Destruir essa energia feminina é fundamental para a agenda do inimigo. Uma vez que esta energia feminina está completamente subjugada, a intuição e a consciéncia mais elevada são desligadas e se tornam dominadas pela consciéncia inferior. Os chakras abaixo do coração, que é o ponto de desligamento e conector dos sete chakras, permanecem desconectados e resulta em um grave desequilíbrio.

A Igreja e seus comparsas no controlo estão bem conscientes do desequilíbrio que ocorre quando essa energia feminina é cortada. O chakras trabalham todos juntos. O que ocorre então é uma perda total de um sentido muito importante, também conhecido como “sexto sentido”. A humanidade é cega espiritualmente e por isso, tornaram-se vítimas totais. Este é o objectivo da Igreja Cristã, para preparar para os gentios a serem escravos ignorantes e inquestionáveis que são incapazes de lutar nas mãos de mestres judeus [o Estado comunista]. Por exemplo, quando um judeu adepto lança uma maldição, a vítima gentia que foi doutrinada com as mentiras do cristianismo é impotente e sucumbe a ele. Ele ou ela não pode sequer vê-lo chegar, e nem ao menos estará ciente. Desta forma, os judeus são “deus”.

Citação do Talmude judaico:
Simeon Haddarsen, fol. 56-D: “Quando o Messias vier, todo judeu terá 2800 escravos”.

Acesse também o website A Sociedade Thule do Terceiro Sexo 666​

VOLTAR PARA EXPONDO O CRISTIANISMO