Skip to content

Pedofilia e Estupro:
Frequentes e Aceitos Dentro do Islamismo

Pedofilia e estupro são práticas comuns e aceitas dentro do programa do islamismo, revelando a sua verdadeira natureza de ódio a vida. O chamado “profeta” Maomé (que é na verdade um personagem fictício) disse ter tomado uma menina de seis anos de idade como sua esposa, forçando-a a ter relações na tenra idade de nove. Ele deveria estar em seus cinquenta anos na época, e são estes ensinamentos que tornou aceitável em comunidades muçulmanas que os homens se casem e ter relações sexuais com meninas muito jovens.

Considerando o facto de que uma criança tão jovem não sinta desejo sexual e não consinta voluntariamente em ter relação sexual (já houve casos em que a jovem grita e resita até que o homem bata nela para submissão), isso pode ser considerado como estupro, havendo uma certidão de casamento ou não. Então, a questão a se fazer é que tipo ser que se preze, de indivíduo decente, gostaria de ter relações sexuais com uma criança e ficaria excitado com ela. Isso certamente não dá uma luz muito positiva sobre o “profeta” fictício do Islão desde o início, nem sobre o próprio Islão.

Aqui estão alguns exemplos chocantes e repugnantes de pedofilia e estupro dentro do islamismo:

Narrou Ursa:
O Profeta escreveu o (contrato de casamento) com Aisha quando ela tinha seis anos, e consumou seu casamento com ela enquanto ela tinha nove anos de idade e ela permaneceu com ele durante nove anos (ou seja, até a sua morte). “Sahih Bukhari Volume Sete, Livro 62, Número 88. – O próprio “profeta”.

__________________________________________________________________________

“Um homem pode saciar seus desejos sexuais com uma criança tão jovem quanto um bebê. No entanto, ele não deve penetrar. Sodomizar a criança é halal (permitido pela sharia). Se o homem penetra e prejudica a criança, então ele deve ser responsável por sua subsistência durante toda sua vida. Esta menina, no entanto, não conta como uma de suas quatro esposas permanentes. O homem não será elegível para se casar com a irmã da garota. Qualquer pai se casar com sua filha tão jovem terá um lugar permanente no céu.”

__________________________________________________________________________

“Não é ilegal para um homem adulto ‘encoxar’ ou desfrutar de uma jovem que ainda está na idade de desmame; significa colocar seu pênis entre suas coxas, e beijá-la.”
A idade de “desmame” ainda é tecnicamente um bebê.

__________________________________________________________________________

“Um homem pode se casar com uma garota mais nova do que nove anos de idade, mesmo se a menina ainda é um bebê que está sendo amamentado. Um homem, porém está proibido de ter relações sexuais com uma garota mais jovem do que nove, outros actos sexuais, como preliminares, esfregar, beijo e sodomia são permitidos.

__________________________________________________________________________

Um homem ter relações sexuais com uma menina mais nova do que nove anos de idade não cometeu um crime, mas apenas uma infração, se a menina não for danificada permanentemente”. – A fatwa emitida pelo aiatolá Khomeini

Nota: a fatwa é o nome dado a uma lei religiosa ou decisão escrita por um líder islâmico.

__________________________________________________________________________

SANAA, Iêmen (CNN) – Nujood Ali tem 10 anos, mas ela já foi casada e divorciada. Foi um casamento arranjado em que ela disse que o marido com três vezes a sua idade costumava a espancar e estuprar.
“Quando me casei, eu estava com medo. Eu não queria sair de casa. Eu queria ficar com os meus irmãos e irmãs e minha mãe e meu pai”, disse ela, falando à CNN, com a permissão de seus pais.
“Eu não queria dormir com ele, mas ele me obrigou a. Ele me bateu, me insultado.”
Como ela joga bolinhas de gude com seus irmãos e irmã, Nujood é um retrato da inocência, com um sorriso tímido e uma natureza lúdica. Mas o que aconteceu evoca raiva e vergonha. Questionado sobre se o que ela passou foi uma tortura, ela acena com a cabeça em silêncio. Os pais de Nujood casaram-na em fevereiro, com um homem de 30 anos a quem ela descreve como velho e feio. Seus pais disseram que pensavam que estavam colocando-a sob os cuidados da família de seu marido, mas Nujood disse ele costumava espancá-la à submissão.”

__________________________________________________________________________


__________________________________________________________________________

A última noiva infantil a fazer a notícia é de 12 anos, que morreu durante um parto doloroso que também matou seu bebê.
“Fawziya Ammodi lutou por três dias em trabalho de parto, antes de morrer de hemorragia grave em um hospital na sexta-feira”, disse a Organização Seyaj para a Protecção das Crianças, um grupo de direitos das crianças.
“Embora a causa de sua morte foi a falta de assistência médica, o caso real foi a falta de educação no Iêmen e o facto de que os casamentos de crianças continuam a acontecer”, disse o presidente Seyaj Ahmed al-Qureshi durante uma entrevista à CNN.
Como mais da metade de todos os jovens iemenitas, Fawziya foi forçada a abandonar a escola e casar com um homem de 24 anos de idade no ano passado.” – Outra noiva infantil morre. dosomething.org

__________________________________________________________________________

“Havia cerca de 60 deles… E no final 5 pessoas estupraram Fenny. Antes de começar com estupro eles diziam sempre “Aláu Akbar” (uma frase islâmica em significado árabe “Deus é grande”). Eles eram ferozes e brutais.”

__________________________________________________________________________

“Em Huddersfield, homens muçulmanos telefonaram para meninas e ameaçaram queimar suas casas se não fossem encontra-los. A mãe de uma das crianças violentadas disse que há muitos casos de estupro de criança por muçulmanos em Huddersfield e levou os repórteres para conhecer algumas das Mães, todos tiveram as mesmas experiências, vários crimes e a polícia a permitir que os muçulmanos escapassem.”

__________________________________________________________________________

“Uma menina palestina que foi estuprada e engravidada por seus dois irmãos mais tarde foi assassinado por sua própria mãe, mesmo que sua filha tenha sido vítima inocente do crime – em outro dos casos perturbadoramente comuns, demasiadamente subnotificados, de “assassinatos de honra”. Aqui há a história completa: councilofexmuslims.com/index.php?topic=5300.0;wap2

__________________________________________________________________________

“Uma garota de 15 anos foi levado a uma cerimónia de “casamento por telefone” para um homem de Sheffield com uma idade mental de cinco anos, em uma cerimônia reconhecida pela sharia (lei islâmica).
Quando a menina chegou do Paquistão com a expectativa de encontrar o homem bonito que ela tinha visto em uma fotografia, ela descobriu que ele tinha 40 anos, desempregado e deficiente.
Para piorar a situação, sua sogra decidiu explorar a sua aparência atraente, forçando-a a se prostituir.
A família convidou os homens para a casa da família para estuprá-la antes que ela conseguisse escapar à polícia ao correr pela porta da frente. Ela foi levada para cuidado e agora vive em um refúgio.”

__________________________________________________________________________

“Durante a cerimônia islâmica, meu pai estava de pé atrás de mim com uma mão no meu ombro e com a outra mão ele tinha uma arma que estava apontada para as minhas costas para que eu não disse ‘não’, disse Saamiya.
“Para todos os outros, parecia natural – ele estava apenas ali acariciando meu ombro – Mas antes dele dizer que ele iria atirar em mim se eu não fosse até o fim”

__________________________________________________________________________

“LONDRES (Reuters) – Uma mulher curda foi brutalmente estuprada, espancada e estrangulada por membros de sua família e os seus amigos em um “assassinato de honra”, realizado em sua casa em Londres, porque ela tinha se apaixonado pelo homem errado.
Banaz Mahmod, 20, foi submetida a 2 horas e meia de abuso antes de ser estrangulada com um cadarço. O corpo dela foi colocado em uma mala e levado a cerca de 100 milhas a Birm More Ingham, onde foi enterrado no quintal de uma casa.” A história completa: www.liveleak.com/view?i=396_1184859529

Há muitos, muitos mais exemplos disso. Tudo isso, unicamente graças ao islamismo e seus ensinamentos vis. Ele é um programa realmente, completamente e totalmente repugnante e odioso para a vida. Ele é uma doença infligida sobre a humanidade. Pedofilia e estupro são temas comuns em todas as religiões inimigas. Isso em si diz muito. Temos que lutar com tudo o que pudermos para trazer essas mentiras terríveis para baixo.
* Gostaria de acrescentar aqui, esse comportamento não é natural para os povos gentios a qual o Islão é imposto hoje. Esses comportamentos sempre foram naturais para os judeus, a partir do qual essa mentira doente e pervertida do Islão originou-se. As mentes e almas dos gentios foram corrompidas e sujas por essas mentiras doentes, e actos como pedofilia e estupro são resultados dessa degeneração espiritual.

Isso tem que parar!
O Islão é uma MENTIRA e um EMBUSTE vil e perigoso para a humanidade!

Ver também:


VOLTAR PARA EXPONDO O ISLÃO