Skip to content

Jesus Cristo: O Pior Pecador de Todos

OS Cristãos acreditam que o nazareno era perfeito, um pacificador, amoroso, um ser que cura e compreende. A maioria está com preguiça de ler os fatos. A Bíblia pode ser o mais livro comprado, mas é o menos lido.

O nazareno era desleixado, indolente e preguiçoso. Ele nunca trabalhou como todos.
Ele vagabundeou e viveu pelo trabalho e esforço dos outros.
Ele era um convidados rude e chato que muitas vezes insultava seus anfitriões.
Ele ROUBOU e mandou que outros p fizessem.
Ele tolerou e defendeu ASSASSINATO.
Ele é um dos piores hipócritas que já existiram.

Os Sete Pecados Capitais:

Orgulho
O nazareno era uma pessoa muito arrogante, egoísta e vaidosa. Sua enorme sensação de orgulho e autoexaltação negativa foi observada em muitas das escrituras:

Ele era arrogante o suficiente para insultar o seus anfitriões e deixá-los com a carga de trabalhar enquanto ele monopolizava toda a atenção, o que indica um extremo senso de autoimportância:

Lucas 10:38-42
E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou Jesus numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa;
E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra.
Marta, porém, andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude.
E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária;
E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.

Qualquer pessoa que não o ama mais do que seus próprios pais, não é digno dele. O que aconteceu a honrar teu pai e mãe? Aqui, o nazareno coloca-se acima dos membros da família de seus seguidores, mais uma vez, indicando orgulho e extrema arrogância:

Mateus 10:37
Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim.
O prazer de ser massageado com óleo caro era mais importante do que vender esse óleo e dar o dinheiro aos pobres.

Marcos 14:3-7
E, estando ele em betânia, assentado à mesa, em casa de Simão, o leproso, veio uma mulher, que trazia um vaso de alabastro, com unguento de nardo puro, de muito preço, e quebrando o vaso, lho derramou sobre a cabeça.
E alguns houve que em si mesmos se indignaram, e disseram: Para que se fez este desperdício de unguento?
Porque podia vender-se por mais de trezentos dinheiros, e dá-lo aos pobres. E bramavam contra ela.
Jesus, porém, disse: Deixai-a, por que a molestais? Ela fez-me boa obra.
Porque sempre tendes os pobres convosco, e podeis fazer-lhes bem, quando quiserdes; mas a mim nem sempre me tendes.

O nazareno chamava os outros seres humanos de “cães” e “porcos”, indicando que eles são inferiores a ele:

Mateus 7:6
Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem.

Ele afirmou que era “maior” do que Jonas e Salomão:

Mateus 12:41-42
Os ninivitas ressurgirão no juízo com esta geração, e a condenarão, porque se arrependeram com a pregação de Jonas. E eis que está aqui quem é maior do que Jonas.
A rainha do sul se levantará no dia do juízo com esta geração, e a condenará; porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E eis que está aqui quem é maior do que Salomão.

Inveja
O nazareno era tão invejoso que qualquer devoção ou afetos não poderiam ser mostrados para ninguém além de si mesmo, até mesmo familiares próximos, que ele exigiu que seus discípulos abandonassem suas famílias.

Lucas 9:59-62
E disse a outro: Segue-me. Mas ele respondeu: Senhor, deixa que primeiro eu vá a enterrar meu pai.
Mas Jesus lhe observou: Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu vai e anuncia o reino de Deus.
Disse também outro: Senhor, eu te seguirei, mas deixa-me despedir primeiro dos que estão em minha casa.
E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus.

Há muitos mais escrituras que expõem abertamente o caráter invejoso e ressentido do nazareno. Estas são indicadas neste artigo.

Ira
Por causa de um sentimento excessivo de orgulho, autoimportância exagerada, arrogância e uma crença enorme de ser o primeiro e ter o direito, o nazareno era frequentemente sujeito ao pecado da ira:
Mateus 11:20-24
Então começou ele a lançar em rosto às cidades onde se operou a maior parte dos seus prodígios o não se haverem arrependido, dizendo:
Ai de ti, Corazim! ai de ti, Betsaida! porque, se em Tiro e em Sidom fossem feitos os prodígios que em vós se fizeram, há muito que se teriam arrependido, com saco e com cinza.
Por isso eu vos digo que haverá menos rigor para Tiro e Sidom, no dia do juízo, do que para vós.
E tu, Cafarnaum, que te ergues até ao céu, serás abatida até ao inferno; porque, se em Sodoma tivessem sido feitos os prodígios que em ti se operaram, teria ela permanecido até hoje.
Eu vos digo, porém, que haverá menos rigor para os de Sodoma, no dia do juízo, do que para ti.

O nazareno está sempre a condenar, insultar e ameaçar os outros:

Mateus 23:33
Serpentes, raça de víboras, como escapareis da condenação do inferno?

Marcos 3:5
E, olhando para eles em redor com indignação, condoendo-se da dureza do seu coração, disse ao homem: Estende a tua mão. E ele a estendeu, e foi-lhe restituída a sua mão, sã como a outra.

João 2:15
E tendo feito um azorrague de cordéis, lançou todos fora do templo, também os bois e ovelhas; e espalhou o dinheiro dos cambiadores, e derribou as mesas;

No versículo acima, o nazareno está condenando a ganância e ganhar dinheiro no templo, mas por suas acções e demandas, o nazareno é o mais ganancioso de todos.

O nazareno deixa claro que ele vem para trazer a guerra e conflitos a Terra, ódio e inimizade entre os membros da família, quebrando a unidade da família e de casa:
Mateus 10:34-36
Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada;
Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra;
E assim os inimigos do homem serão os seus familiares.
Ele mostrou impaciéncia e chateação com a presença de um pai cujo filho não podia falar, que pediu-lhe ajuda. Seu tempo pessoal e energia eram mais importantes do que gastar alguns segundos para ajudar uma criança pequena que estava prejudicada.

Ele também insultou os seus discípulos e aqueles ao seu redor a quem falarama-lhe em resposta ao pedido de ajuda.

Marcos 9:19
E ele, respondendo-lhes, disse: Ó geração incrédula! até quando estarei convosco? até quando vos sofrerei ainda? Trazei-me o.

Ganância
O desgosto do nazareno pelo trabalho era altamente impraticável. Porque ele viveu da caridade de outros, houve momentos em que a caridade não poderia satisfazer as suas necessidades, de modo que ele teve de roubar.

No sábado, ele e seus discípulos se serviram de milho de um fazendeiro. Quando perguntou por que ele violou a lei por comer no sábado, justificou o roubo por chamar-se “senhor do sábado”.

Lucas 6:1-5
E aconteceu que, no segundo sábado após o primeiro, passou pelas searas, e os seus discípulos iam arrancando espigas e, esfregando-as com as mãos, as comiam.
E alguns dos fariseus lhes disseram: Por que fazeis o que não é lícito fazer nos sábados?
E Jesus, respondendo-lhes, disse: Nunca lestes o que fez Davi quando teve fome, ele e os que com ele estavam?
Como entrou na casa de Deus, e tomou os pães da proposição, e os comeu, e deu também aos que estavam com ele, os quais não é lícito comer senão só aos sacerdotes?
E dizia-lhes: O Filho do homem é Senhor até do sábado.

A preguiça e ganância do nazareno muitas vezes o levou a mais roubos: Ele enviou dois discípulos para roubar um jumento e um asno. Ele não teve nenhuma consideração quanto ao fato de ter tomado os animais acarretaria alguma dificuldade a quem ele roubou. Aqui, além do ato de roubar, o nazareno não tem a coragem de ir e roubar esses animais por si mesmo, ele ordena que os outros a façam.

Lucas 19:29-35
E aconteceu que, chegando perto de Betfagé, e de Betânia, ao monte chamado das Oliveiras, mandou dois dos seus discípulos,
Dizendo: Ide à aldeia que está defronte, e aí, ao entrar, achareis preso um jumentinho em que nenhum homem ainda montou; soltai-o e trazei-o.
E, se alguém vos perguntar: Por que o soltais? assim lhe direis: Porque o Senhor o há de mister.
E, indo os que haviam sido mandados, acharam como lhes dissera.
E, quando soltaram o jumentinho, seus donos lhes disseram: Por que soltais o jumentinho?
E eles responderam: O Senhor o há de mister.
E trouxeram-no a Jesus; e, lançando sobre o jumentinho as suas vestes, puseram Jesus em cima.

Preguiça
O nazareno sempre foi conhecido por seu ódio ao trabalho físico. O nazareno também odiava lavar-se e tomar banho: aqui, o nazareno desencoraja a lavar:

Mateus 15:1-2, 19-20
1 Então chegaram ao pé de Jesus uns escribas e fariseus de Jerusalém, dizendo:
2 Por que transgridem os teus discípulos a tradição dos anciãos? pois não lavam as mãos quando comem pão.
19 Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, fornicação, furtos, falsos testemunhos e blasfémias.
20 São estas coisas que contaminam o homem; mas comer sem lavar as mãos, isso não contamina o homem.

Marcos 7:1-9
E ajuntaram-se a ele os fariseus, e alguns dos escribas que tinham vindo de Jerusalém.
E, vendo que alguns dos seus discípulos comiam pão com as mãos impuras, isto é, por lavar, os repreendiam.
Porque os fariseus, e todos os judeus, conservando a tradição dos antigos, não comem sem lavar as mãos muitas vezes;
E, quando voltam do mercado, se não se lavarem, não comem. E muitas outras coisas há que receberam para observar, como lavar os copos, e os jarros, e os vasos de metal e as camas.
Depois perguntaram-lhe os fariseus e os escribas: Por que não andam os teus discípulos conforme a tradição dos antigos, mas comem o pão com as mãos por lavar?
E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito:Este povo honra-me com os lábios,Mas o seu coração está longe de mim;
Em vão, porém, me honram,Ensinando doutrinas que são mandamentos de homens.
Porque, deixando o mandamento de Deus, retendes a tradição dos homens; como o lavar dos jarros e dos copos; e fazeis muitas outras coisas semelhantes a estas.
E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição.

Além disso, o trecho no deserto fala por si. (Mateus 4: 1-2)
Gula
A gula é um desejo desordenado de consumir mais do que o que se exige. Embora o nazareno pregasse abstinéncia, ele não pretendia isso para si mesmo. Ele fica na defensiva sobre as queixas dirigidas a ele e seus seguidores, que estão sempre a ser vistos a comer e beber.

Lucas 5:33-35
Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem?
E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles?
Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão.

Ele era conhecido como um comilão e beberrão.

Lucas 7:34
Veio o Filho do homem, que come e bebe, e dizeis: Eis aí um homem comilão e bebedor de vinho, amigo dos publicanos e pecadores.

O nazareno ficava irado quando suas fontes de refeições gratuitas não estavam disponíveis. Uma vez que ele amaldiçoou uma figueira por não ter qualquer fruta. A árvore morreu.

Marcos 11:12-14, 20-22
12 E, no dia seguinte, quando saíram de Betânia, teve fome.
13 E, vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e, chegando a ela, não achou senão folhas, porque não era tempo de figos.
14 E Jesus, falando, disse à figueira: Nunca mais coma alguém fruto de ti. E os seus discípulos ouviram isto.
20 E eles, passando pela manhã, viram que a figueira se tinha secado desde as raízes.
21 E Pedro, lembrando-se, disse-lhe: Mestre, eis que a figueira, que tu amaldiçoaste, se secou.
22 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Tende fé em Deus;

Luxúria
A luxúria é um desejo desordenado pelos prazeres do corpo. O nazareno pregou o celibato para os seus seguidores, mas por ser o hipócrita que ele é, não aplicou esses ensinamentos para si mesmo. Tanto homens* quanto mulheres colocavam favores sexuais para ele como outros o fizeram na forma de alimento, abrigo e outras necessidades.

Lucas 8:1-3
E aconteceu, depois disto, que andava de cidade em cidade, e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus; e os doze iam com ele,
E algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demónios;
E Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que o serviam com sua substância.

*Há passagens excluídas do evangelho de Marcos. O nazareno teve relações sexuais com
um de seus discípulos, enquanto os outros dormiam no jardim antes de sua crucificação.

O nazareno defendida e incentivada ASSASSINATO por motivos egoístas:
Lucas 19:27
E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim.

O nazareno não só DEFENDEU A ESCRAVIDÃO, mas incentivou e tolerou o abuso de escravos:
Lucas 12:47
E o servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites;

Além do Sermão da Montanha, sendo antivida e contra a natureza (artificial), as acções do nazareno, falam muito mais alto do que suas palavras e revelam a sua verdadeira natureza, a de um grande hipócrita:
Mateus 5
1 E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos;
2 E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo:
3 Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;
O nazareno não foi nada “pobres de espírito”. Ele era arrogante, auto justos e sempre colocar suas próprias necessidades e desejos antes dos outros.
Lucas 10:38-42
Mateus 10:37
(Veja as escrituras acima)

4 Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados.

Mateus 8:21-22
21 E outro de seus discípulos lhe disse: Senhor, permite-me que primeiramente vá sepultar meu pai.
22 Jesus, porém, disse-lhe: Segue-me, e deixa os mortos sepultar os seus mortos.

5 Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;
“Manso” significa “humilde”. Leia o parágrafo acima das escrituras revelando o orgulho e a arrogância do nazareno.

6 Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;

O nazareno abertamente defendida e incentivada caos e anarquia. Estes ensinamentos antiéticos, suicidas, antividas têm trabalhado para minar e destruir sistemas legais, resultando na punição da vítima, enquanto criminosos são recompensados e encorajados em seu comportamento. O resultado final é o colapso da civilização. Qualquer espécie que não consegue se defender acabará extinta. Se o corpo humano ignorasse os germes, bactérias e vírus que o invadem, quase todas as pessoas estariam mortas em menos de um dia. Estes ensinamentos são antivida e projetados para destruir vidas humanas.

Mateus 5:38-44
Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente.
Eu, porém, vos digo que não resistais ao mau; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra;
E, ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa;
E, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas.
Dá a quem te pedir, e não te desvies daquele que quiser que lhe emprestes.
Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo.
Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;

7 Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia.

O nazareno não foi nada “misericordioso”. Ele está sempre condenando, ameaçando e amaldiçoando pessoas.

8 Bem-aventurados os puros de coração, porque eles verão a Deus.

O nazareno não foi nada “puro de coração”.

Ele MENTIU:
João 5:31
31 Se eu testifico de mim mesmo, o meu testemunho não é verdadeiro.

O nazareno disse aos seus discípulos que não morreriam antes de sua segunda vinda:

Mateus 16:28
Em verdade vos digo que alguns há, dos que aqui estão, que não provarão a morte até que vejam vir o Filho do homem no seu reino.
Apocalipse 3:11
Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.

Ele roubou:
Lucas 19:29-35
Lucas 6:1-5
(Veja acima)

Ele foi um dos piores hipócritas que já viveram.
Mateus 5:19
Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.

9 Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;

Mateus 10:34-36
Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada;
Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra;
E assim os inimigos do homem serão os seus familiares.

10 Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;

O nazareno condena a justiça e trabalha contra ela, veja as outras escrituras desta página.

Mateus 5:11
Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.

Este é flagrante sobre ódio contra a humanidade nutrido pelo nazareno.

O nazareno pregou automutilação:
Mateus 19:12
Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram castrados pelos homens; e há eunucos que se castraram a si mesmos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o.

Um “eunuco” é um homem castrado, em outras palavras, um macho com as bolas cortadas. A Igreja Católica rotineiramente castrava meninos do coro, a fim de evitar que as suas vozes mudassem.

Mateus 5:29-30
Portanto, se o teu olho direito te escandalizar, arranca-o e atira-o para longe de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que seja todo o teu corpo lançado no inferno.
E, se a tua mão direita te escandalizar, corta-a e atira-a para longe de ti, porque te é melhor que um dos teus membros se perca do que seja todo o teu corpo lançado no inferno.

O nazareno praticou CRUELDADE AOS ANIMAIS:

Mateus 8:30-32
E andava pastando distante deles uma manada de muitos porcos.
E os demónios rogaram-lhe, dizendo: Se nos expulsas, permite-nos que entremos naquela manada de porcos.
E ele lhes disse: Ide. E, saindo eles, se introduziram na manada dos porcos; e eis que toda aquela manada de porcos se precipitou no mar por um despenhadeiro, e morreram nas águas.

Nenhum indivíduo na história foi fornecido com mais desculpas. Confusão, deformação distorção e a mentira do que esta entidade ensinou e fez é comum entre aqueles que são iludidos, simpáticos e/ou simplesmente estúpidos.

Muitos argumentam que essa entidade nunca existiu e/ou não é importante. As pessoas que mantém essas opiniões são tão iludido e insensatas como aqueles que acreditam que o nazareno era um indivíduo justo. Ser ou não uma entidade existe fisicamente é irrelevante. Os efeitos que esta criatura teve sobre a humanidade tem permeado todos os aspectos da sociedade em que a maioria de nós vive. Há milhões e milhões que adoram essa criatura e a promovem em todos os níveis, implacavelmente. O impacto que esta entidade causou a humanidade é horrível. Quase toda guerra foi foi travada por propósitos religiosos do “caminho da Mão Direita”. Milhões e milhões têm distúrbios psicológicos graves e inibições que os impedem de viver uma vida normal e saudável.

A lista de crimes contra a humanidade perpetra-se por causa deste indivíduo que continua a agir.

Não importa se a entidade é um mito ou existiu fisicamente e historicamente. Essa entidade é uma realidade através de todas as grandes esforços e injustiças dos quais têm realizado a todos nós por séculos e deve ser destruída. Aqueles que tomam uma posição pela liberação pessoal e a liberdade estão lutando incessantemente contra cristãos nos tribunais, pois eles trabalham incansavelmente e obsessivamente para privar cada homem, mulher e criança da sua liberdade e suas vidas.

VOLTAR PARA EXPONDO O CRISTIANISMO