Skip to content

Expondo o Antigo Testamento

A maioria dos cristãos e muitos outros acreditam que a Bíblia judaico-cristã seja a palavra de “deus”. Na verdade, quase tudo na Bíblia foi roubado de outras religiões que antecederam o judeu-cristianismo em centenas a milhares de anos, por todo o mundo.

Para começar, a escritura hebraica dos “Cinco Livros de Moisés”, também conhecidas como “Pentateuco” ou “Torá” foram ROUBADAS e CORROMPIDAS do “TARÔ” egípcio. Nota – “Torá” é um anagrama de “Tarô”. O exemplo mais notável do Tarô é o baralho de 78 cartas vendido em muitas lojas hoje em dia e utilizado para adivinhação. O Tarô é composto por cinco naipes (donde os cinco foram roubados e corrompidos): os paus de fogo, as espadas de ar, as copas de água, os ouros de terra, e os trunfos de quintesséncia. O naipe de trunfo foi omitido do baralho padrão, tudo o que restou do trunfo é a carta do Louco, que foi mantido como o Coringa. Todos estes são elementos da alma humana, e a mensagem do Tarô, fora suas capacidades de adivinhação, é a Magnum Opus, que leva a perfeição física, espiritual e imortalidade. Tudo isso foi roubado e corrompido em um história fictícia dos judeus que não tem nada a ver com espiritualidade.

O Talmude judaico instrui o povo judeu a destruir os gentios e escravizá-los, pois “YHVH” é na realidade o povo judeu.

Citações do Talmude:
Sanhedrin 58b. “Se um pagão (gentio) atinge um judeu, o gentio deve ser morto. Bater em uma judeu é o mesmo que bater em Deus”.

O nome do deus judeu fictício “Iavé/Jeová” foi inserido, substituindo os nomes de muitos Deuses pagãos/gentios. “Jeová” é fictício. O nome “Jeová” foi roubado do deus romano “Júpiter”. “O piedoso Dr. Parkhurst… prova, a partir do autoridade de Diodoro Siculus, Varro, Santo Agostinho, etc, que o Iao, Jeová, ieue, ou ie dos judeus era o Júpiter dos latinos e etruscos”. “ YHWH/IEUE foi além disso, o deus egípcio do sol Ra: Ra era o pai no céu, que tem o título de ‘Huhi’, o eterno, do qual os hebreus derivaram o nome ‘Ihuh”. “A tradição mística judaica via o Jeová original como um andrógino, o nome dele/dela composto como Jah (jod) e o nome pré-hebraico de Eva, Havah ou Hawah, formado por He-Vau-He em letras hebraicas. As quatro letras juntas fizeram o sagrado Tetragrammaton, YHWH: o nome secreto de Deus”. Podemos também ver onde a história antagónica de Zeus (Júpiter) e Prometeu foi usada para promover o conceito de um deus rebelde que foi condenado e banido por trazer o conhecimento para a humanidade”. ¹

A religião original da humanidade era politeísta (com muitos Deuses diferentes). Na Bíblia original em hebraico, a palavra “Elohim” é usada. “Apesar dos esforços monoteísticos dos compiladores e editores do livro de Génesis, lutando para proclamar a fé em uma única divindade em um mundo que naquela época acreditava em muitos Deuses, permaneceram numerosos deslizes, onde a narrativa bíblica fala de Deuses no plural. O própria termo para “deidade”, (quando o Senhor não é especificamente nomeado como Iavé), não está no singular El, mas o plural Elohim”. ²

A base do cristianismo foi roubado da dualidade do zoroastrismo, que precedeu a religião cristã por séculos. Iavé/Jeová substituiu Ahura Mazda, e os Deuses Antigos, que eram os Deuses originais foram rotulados como “maus”, a fim de estabelecer o monoteísmo supremo de Iavé/Jeová. Os Deuses originais foram transformados em demónios e monstros que representam o mal. A maioria acabou na “Goétia”. Note a semelhança da raiz “Goet” que significa “Diabo” e a palavra judaica pejorativa para Gentio, que é “goy” ou no plural, “goyim”.

Mitra, o intermediário celestial entre Ahura Mazda e Angra Manyu tem inúmeras semelhanças marcantes com a nazareno. Mitra era um salvador, que, como o nazareno foi anunciado pelos profetas, cujo nascimento ocorreu em uma caverna (muitos relatos sobre o nascimento do nazareno alegam que ele também nasceu em uma caverna), e o aparecimento de uma estrela excepcional. Mitra, mais tarde suplantaria Vishnu, que no vedismo pré-zoroastrismo tinha sido o salvador do mundo. 5

O seguinte é uma prova das muitas fontes diferentes e diversificadas de onde os autores da Bíblia judaico-cristã roubaram:

A CRIAÇÃO/GENISIS:
O Enuma Elish antecedeu a Bíblia por um mínimo de 1.000 anos e presume-se que seja muito mais velho. As tábuas estão agora no Museu Britânico.

O história do Atrahasis antecede o relato do Génesis bíblico por mais de 1.000 anos ou mais. Ambos os relatos da criação antecedem o cristianismo e a Bíblia judaico-cristã por séculos. Ambos revelam que houve “deuses” e não “um único Deus”. Este é onde os judeus cometeram erros, juntamente com as muitas escrituras contraditórias. É muito óbvio que a Bíblia judaico-cristã não seja a palavra de “deus”. Os tolos idiotas bíblicos martelam e endoidecem em como “Deus é perfeito”. Ali está outra contradição. Para uma longa lista de infinitas contradições: www.bibliadocetico.net/contradicoes.html

Ambos relatos da criação antecedem o cristianismo e a Bíblia judaico-cristã por séculos. Ambos revelam que houve “deuses” e não “um único Deus”.

Génesis, capítulo 1, versículo 26 diz: “E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem e semelhança”.
Isso aqui desmistifica o mito monoteísta judaico de Iavé.
Ea (Satan) criou os seres humanos, e vários outros Deuses e Deusas foram envolvidos na criação. Veja a imagem suméria abaixo sobre a criação. Este foi originalmente esculpido em rocha, precedendo o judeu-cristianismo em milhares de anos.

O DILÚVIO
A história diluviana de Gilgamesh antecede o relato cristão por mais de 1.000 anos ou mais.
A Bíblia judaico-cristã afirma que “Iavé” incitou o dilúvio. Na verdade,”Enlil” permitiu que o dilúvio ocorresse. Pesquisando as origens de Enlil aqui na terra, descobrimos que ele também é conhecido como “Bel”, que evoluiu para “Baal”, e eventualmente “Belzebu”.

O “Dilúvio” é outra ALEGORIA antiga que foi roubada e corrompida das religiões pagãs originais e tem a ver com o fluxo de energia durante o trabalho da Magnum Opus, após o qual há visões de cores indicando uma importante etapa já passou. A alegoria das cores é o de onde os roteiristas judeus pegaram o “arco-íris” no final da história do dilúvio. Alegorias e CONCEITOS foram ROUBADOS e corrompidos em personagens judeus desagradáveis para os gentios servilmente adorarem.

Ensinamentos religiosos sagrados destinados a evoluir a humanidade espiritualmente foram profanados e substituídos com LIXO literário judaico. Estes personagens FICTÍCIOS judeus não têm NADA a ver com a espiritualidade ou avanço da alma.

• “Noé” construiu uma arca
EA alertou “Ziusudra”* também conhecido como “Utnapishtim,” e não “Noé”, sobre o dilúvio iminente e instruiu-o a construir uma arca. A lenda é de origem Suméria.
• A “pomba” voltou à arca com um ramo de oliveira, significando que o dilúvio acabou e as águas baixaram. No relato sumério original, um CORVO, ao invés de uma “pomba” encontra terra seca. 6;

A TORRE DE BABEL
De novo, mais do que um Deus está envolvido. Além disso, os Deuses partiram da Terra durante o dilúvio. Observe “deuses”. A Bíblia afirma que “Iavé” confundiu as línguas do povo na construção da Torre de Babel. Isto não é assim. Novamente, os autores judeus da Bíblia judaico-cristã deslizam e evidenciam que mais de um Deus está à vista:
Génesis, capítulo 11, versículo 7: “DESÇAMOS e CONFUNDAMOS ali a sua língua de forma que eles não possam entenda a língua do outro”. De novo, mais de um Deus está envolvido. Observe o “desçamos” e “confundamos”.

A “Torre de Babel” é outra alegoria. Nos tempos antigos, os seres humanos poderia se comunicar telepaticamente, sem palavras. Esta foto foi tirada de nós, mas agora está se tornando uma realidade mais uma vez, como muitos de nós estão experimentando isso através de a abertura da mente e alma com a meditação de poder.

OS DEZ MANDAMENTOS
As leis do Antigo Testamento, e os dez Mandamentos foram roubados:
O Código de Hammurabi

Abaixo está uma foto da estela de basalto mostrando o sumério Deus Sol Shamash dando Hammurabi a tabuleta listando as leis. “Chamach” é também conhecido como “Azazel”, o líder dos chamados “anjos caídos”, o “Igigi” que tomaram esposas humanas.

Exemplo: Êxodo 20:16
Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.

Roubado do Código de Hammurabi, 3: “Se um senhor feudal vier com falso depoimento em um caso, e não provou a palavra que ele falou, se nesse caso foi estiver envolvendo a vida, este Senhor será condenado à morte.”
Mais roubados do Código de Hammurabi:
Êxodo 21:24 Olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé,

Hammurabi 196: “Se um senhor feudal destruiu o olho de um membro da aristocracia, eles destruirão seu olho”.
Hammurabi 200: “Se um Senhor arrancou com um golpe um dente de um senhor feudal de sua própria hierarquia, devem arrancar com um golpe seu dente”.

O Código Sumério
O Código de Ur-Nammu é o código de leis mais antigo do Oriental Próximo recuperado por arqueólogos. O Código Sumério de 1800 aC, pertence a esta mais antiga tradição jurídica duradoura.

O Código Hitita
Embora a lei hitita foi semelhante em muitos aspectos aos códigos de legais Hammurabi, o “Código hitita” contendo duzentos parágrafos da legislação demonstra uma tolerância para a imoralidade sexual, com uma forte énfase sobre preocupações financeiras.
Os hititas cultivavam cevada e trigo, fabricavam a cerveja de cevada. Peças de prata eram
circulados como moeda.

O Código da Assíria Média Decretado por Tiglate-Pileser I, Imperador da Assíria
de 1115 a 1077 aC.

Originalmente um código legal enfatizando as preocupações e os interesses sociais do Governo Assírio. Descoberto em 1903 em Ashur no Iraque. Escrito em Cuneiforme em 15 tabuletas de argila cozida. Inúmeras leis nos livros bíblicos de Êxodo,
Deuteronômio e Levítico foram roubados do código assírio.

O Código Neobabilónico

Os escritos no livro bíblico de PROVÉRBIOS foram ROUBADOS de numerosas fontes:

As palavras de Ahiqar
Ahiqar foi assessor de Senaqueribe, rei da Assíria, de 704 a 681 aC. Em 1906, arqueólogos alemães escavaram uma cópia de seus ensinamentos, inscritos sobre onze folhas de palimpsesto papiro, dos escombros de Elefantina, que é hoje parte da cidade de Aswan, no sul do Egito.

Paralelos:
O que amaldiçoa a seu pai ou a sua mãe, sua lâmpada deve ser posta em obscura escuridão”. Prov. 20:20
ROUBADO de:
“Quem não toma o orgulho em nome de seu pai e sua mãe, que o sol não brilhe sobre ele”. Ahiqar 9:137
___________________________________

Aquele que poupa a vara odeia seu filho, mas aquele que o ama tem o cuidado de disciplina-lo;
Prov. 13:24

ROUBADO de:
“Não privarás teu filho da vara, senão tu não será capaz de salvá-lo da maldade”.
Ahiqar 6:81
___________________________________

Através da paciência, um governante pode ser persuadido, e uma língua suave pode quebrar um osso.
Prov. 25:15

ROUBADO de:
“Suave é a pronunciação de um rei, no entanto, é mais nítida e mais forte do que uma faca de dois gumes”. Ahiqar 7:105

• Os Ensinamentos de Amen-em-opet
Amen-em-opet, filho de Ka-nakht, ensinado no Egito entre 1200 e 1000 aC.
O texto é encontrado no British Museum Papyrus 10.474 e uma parte em uma tabuleta escrita em Turim, Itália. O papiro é dito ter vindo de Tebas e especula-se ser dos séculos décimo e sexto aC.

Paralelos:

Preste atenção e ouça os ditados dos sábios; aplique teu coração ao que eu ensino, pois é agradável quando tu os mantém em teu coração e os tem todos prontos em seus lábios.
Prov. 17-18

ROUBADO de:
“Dê-lhes ouvidos, ouça o que é dito,
Dê-lhes coração para entendê-los
Deixe-os descansar na urna do teu ventre
Que eles sejam uma chave em vosso coração”.
Amen-em-opet 3:10

Não explore os pobres por serem pobres e não esmague os necessitados em tribunal.
Prov. 22:22

ROUBADO de:
“Priva-te de roubar os oprimidos
E de ser arrogante aos deficientes”.
Amen-em-opet 2:1
___________________________________

Se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer, se tiver sede dá-lhe água para beber. Ao fazer isso, tu pilharás brasas vivas sobre a cabeça dele e o Senhor te recompensará”.
Prov. 25:21-22

ROUBADO de:
“Deixe-o nos braços do deus;
Encha a barriga dele com teu pão
Para que ele possa ser saciado e envergonhado”.
Amen-em-opet 5:8
___________________________________

Não removas os limites antigos nem entres nos campos dos órfãos, porque o seu redentor é poderoso; e pleiteará a causa deles contra ti.
Prov. 23:10-11

ROUBADO de:
“Não leve o marco nos limites da terra arável
Também não perturbe a posição do cabo de medição
Não seja ganancioso ante a um côvado de terra
Nem invada os limites da viúva”.
Amen-em-opet 7:12-15
___________________________________

Melhor é o pouco com o temor do Senhor, do que um grande tesouro onde há inquietação.
Prov. 15:16
Melhor é o pouco com justiça, do que a abundância de bens com injustiça.
Prov. 16:08

ROUBADOS de:
Melhor é uma medida que o deus te dá,
Do que cinco mil tomados de forma ilegal”.
Amen-em-opet 8:19
[Este também cheira ao nazareno alimentando os “cinco mil”.]

Melhor uma refeição de hortaliças onde há amor do que um bezerro cevado com ódio. Prov. 15:17
Melhor uma crosta seca com paz e tranquilidade do que uma casa cheia de festins com contenda. Prov. 17:01
ROUBADOS de:
“Melhor é pão quando o coração está feliz
Do que riquezas com tristeza”.
Amen-em-opet 9:9
___________________________________

Não sejas companheiro do homem briguento nem andes com o colérico, Para que não aprendas as suas veredas, e tomes um laço para a tua alma.
Prov. 22:24-25

ROUBADO de:
“Não cumprimente o esquentado em tua violéncia
Nem machuque o teu próprio coração assim”.
Amen-em-opet 13:8
___________________________________

Vomitarás o bocado que comeste, e perderás as tuas suaves palavras.
Prov. 23:8

ROUBADO de:
“O pedaço de pão muito grande tu engolistes e vomitastes”.
Amen-em-opet 14:13
___________________________________

Não presumas do dia de amanhã, porque não sabes o que ele trará.
Prov. 27:1

ROUBADO de:
“Não passe a noite com medo do amanhã
Ao amanhecer, como é o dia de amanhã?
O homem não sabe como é o amanhã”.
Amen-eo-OPET 19:11
___________________________________

Muitos são os planos no coração do homem, mas é o propósito do Senhor que prevalece.
Prov. 19:21
Em seu coração o homem planeaa o seu caminho, mas o Senhor determina os seus passos.
Prov. 16:09

ROUBADOS de:
“Uma coisa são as palavras que os homens dizem
Outra é o que Deus faz”.
Amen-em-opet 19:15
___________________________________

Porventura não te escrevi trinta ditados, acerca de todo conselho e conhecimento.
Prov. 22:20

ROUBADOS:
“Veja tu estes trinta capítulos
Eles entretém, eles instruem
Eles são o mais importante de todos os livros”.
Amen-em-opet 27:5

Os Ensinamentos de Ptah-Hotep
Ptah-Hotep ensinou por volta de 2450 aC, durante a 5 ª dinastia do Antigo Reino do Egito. Seus ensinamentos foram preservados em ambos tábuas de argila e folhas de papiro e estão actualmente na Bibliothèque Nationale em Paris. Além do livro de Provérbios, muitos dos escritos nos livros de Eclesiastes e Sirácida, também foram roubados dos ensinamentos de Ptah-Hotep.

Canções de Amor Egípcias
As canções de amor egípcias são mais de 1.000 anos mais antigas do que aqueles nos Cânticos dos Salomão. Os paralelos são inconfundíveis. O papiro Harris 500 foi descoberto em Tebas no Complexo Ramesseum no Templo de Karnak.

As Visões de Nefertiti
Ambos os livros bíblicos de “Reis” e “Daniel” ecoam o cenário do entretenimento de um rei, juntamente com a previsão de sua queda. O tema do escravo que seria rei se repete em “A História de Hagar (Génesis capítulos 16 e 21). As Visões de Nefertiti remonta ao reinado do faraó Snefru (2680 – 2565 dC). Ele chama a Nefertiti para entretê-lo. Nefertiti prevê a queda do Império Antigo e o estabelecimento de uma nova dinastia de Amen-em-het I (1991 – 1786 aC).

Além disso, a maior parte do que está escrito nos livros bíblicos de Êxodo, Levítico e Deuteronômio, foram feitos a partir do acima, NÃO de “Iavé”. Há Cristãos que são estúpidos o suficiente para acreditar em sua “Iavé” é o único deus. “Não há Deuses diante de mim”.

MAIS ROUBOS:
• A história de José e a esposa Potifar, Génesis capítulo 39. ROUBADA da história de Anubis e Bata (de origem egípcia).
• PARALELOS a história de Moisés:
• O nascimento de Sargon
• O nascimento de Hórus
1. O factor de sigilo em torno do nascimento
2. A colocação de uma cesta de cana, coberta com betume
3. A definição de um rio
4. A recuperação e adoção

Grande parte do livro bíblico dos Salmos foi roubado de:

• O Hino ao Aton
O Hino ao Aton pode ser encontrada na Tumba do Olho. 1365 – 1348 aC.
• As histórias de Baal e Anat
Inscrita em seis tabuletas de argila, na linguagem ugarítica, escrita cuneiforme.
Cerca de 1.400 aC.
• A lamentação para Ur

Muitos dos escritos no livro bíblico de Josué foram roubados de:

• As Cartas de Amarna El
• A Estela de Merneptah

Mais escritos roubados no livro bíblico de Juízes:

• A história de Aqhat
• O Diário de Wen-Amon
• O Almanaque Gezer

Os livros bíblicos de Samuel e Reis também contém muito material roubado de:

• As Profecias Mari
• A Estela de Messa
• A Inscrição Karatepe
• Os Anais de Salmanasar III
• O Obelisco Negro de Salmaneser III
• Os Anais de Tiglate-Pileser III
•Os Anais de Sargon II
• A Inscrição de Siloé
• A Inscrição Yavne-Yam
• As Cartas Lachlish
• O Arad Ostraca
• Os Anais de Senaqueribe
• Os Anais de Nabucodonosor II

Mais material roubado nos livros bíblicos de Esdras e Neemias:

• O Cilindro de Ciro

Mais histórias e escritos roubados nos livros bíblicos de Jó e Eclesiastes:

• A história de Keret
Aqui está a história original de Jó, escrita na linguagem ugarítica (escritura cuneiforme), composto por volta de 1400 aC por “Ilimilku O Escriba”. Este épico envolve “Keret” e o Deus “El”. NÃO Jó e Jeová. As tragédias e doenças na família de Keret são comparáveis com a história de Jó. No conto original, “Satan” nunca sequer entrou em cena.
• O Sofredor e a Alma
• O Fazendeiro e os Tribunais
• O Sofredor e o Amigo

Como podemos ver acima, esta religião é baseada em material roubado que foi misturado, deformado e distorcido para manipular, confundir e incitar o medo na humanidade. CONTROLO. Ela tomou o DEUS ORIGINAL E CRIADOR DA HUMANIDADE EA/ENKI, também conhecido como SATAN/LUCIFER e transformou-o em um suposto inimigo da humanidade. Ela foi usada para blasfemar, ridicularizar e difamar os Deuses Antigos, criar desavenças e inimizade a deidades legítimas que od substituiu pelo falso deus “Iavé/Jeová”.

Costuma-se dizer que o verdadeiro mal não pode criar nada. Tudo no verdadeiro mal é artificial. Toda a fundação desta religião vil é roubo. Além disso, ela é antivida. O objectivo de tudo isso é separar a humanidade completamente de seu verdadeiro Deus Criador, que é Satan. Ao fazê-lo, os alienígenas reptilianos e aqueles que estão a trabalhar para eles atingirão o objectivo de escravizar a espécie humana. Satan nos dá conhecimento e poder. Sem ele, a humanidade não tem nada. O verdadeiro mal também é conhecido como o mestre da mentira e da enganação. Que maior engano que este dos seguidores desse golpe religioso do que xingar e blasfemar o seu próprio Criador?

“NO SEGREDO DE MEU CONHECIMENTO, NÃO HÁ DEUS EXCETO EU”
-SATAN
De “A paz está com Ele”

Referências:

1 The Christ Conspiracy, The Greatest Story Ever Sold por Acharya S pages 94-95
2 The Stairway to Heaven por Zecharia Sitchin, page 99.
3 A History of the Devil por Gerald Messadié
4 World Book Encyclopedia article on Zoroastrianism, © 1989
5 Cambridge illustrated History of Religions, edited por John Bowker. Pages 216- 217
6 Mesopotamia por Pamela F. Service, page 44.

Outras Referências:
A Bíblia judaico-cristã – Versão Almeida Corrigida e Revisada
The Ancient Near East, Volume I, edited por James B. Pritchard © 1958
Old Testament Parallels: Laws and Stories From the Ancient Near East por Victor H.
Matthews and Don C. Benjamin© 1991
A History of the Devil por Gerald Messadié © 1993, 1996
Encyclopedia Britannica

VOLTAR PARA EXPONDO O CRISTIANISMO