Skip to content

A Cabala Roubada

A Cabala não é de origem judaica. Os judeus roubaram e alteraram a Cabala dos egípcios. A bem da verdade, a palavra “Cabala” é uma alteração do egípcio “KA BA ANKH”.

Para enfatizar ainda mais as origens egípcias da Cabala, podemos fragmentar a palavra:

A religião egípcia afirmou que o que chamamos de espírito ou alma consistia de três partes distintas: o KA, o BA, e o ANKH. Egiptólogos caracterizam o KA (representado por dois braços erguidos) como a “força vital” do indivíduo ou “gémeo espiritual”. Faraós poderiam ter mais do que um “KA” e meros mortais, apenas um. O “KA” é a dupla etérea do próprio corpo físico, o espírito ou a imagem de alguém na vida actual ou anterior imediata. O “BA” é a alma. A alma não tem relação com a imagem do corpo, pois ela reencarna de corpo a corpo durante todo o tempo de vida. A razão pela qual os faraós que foram muito próximos aos Deuses podiam ter vários KAs, mais do que provavelmente veio de uma capacidade de mudar de forma durante a projeção astral. Essa habilidade é dos Deuses. O ANKH é a força vital, a aura e o “corpo luminoso”.

As letras hebraicas que muitas sociedades ocultas usam em suas cerimónias e tais são falsos como hebraico, certamente, não é a escritura ou linguagem original. Este é utilizado para o controlo.

Assim como o cristianismo impostor substituiu as religiões originais, é o mesmo com o hebraico, tão pior quanto, pois o cristianismo é uma ferramenta dos judeus. Através da infiltração judaica (um bom exemplo é o que foi feito para a Maçonaria), letras e misticismo hebraicos foram empurrados nas sociedades ocultas. Isso não é diferente de como o cristianismo tem sido alimentado à força para a população. Este é o seu controlo. Eles assumem o controlo de ambos os lados “opostos” e trabalhar em cada lado em direcção aos objectivos de sua agenda. Por um lado, eles controlam as nações através do seu programa do cristianismo e, do outro lado, através da sua infiltração de sociedades ocultas.

Nas sociedades ocultas, eles têm controlado o “paganismo” e o “satanismo”. Cada lado reconhece o outro como um inimigo mortal. Isso não é nada mais do que uma diversão e distração; Gento contra gentio, enquanto os judeus olham e esperam para nos destruir de forma que possam avançar sem obstáculos e reivindicar o mundo para si mesmos. Todas as citadas acima estão chocantemente cheias de arquétipos, simbolismo, divindades impostor, linguagem, escrita hebraicos e “cultura” roubada, corrompida e distorcida, pois eles não têm nada próprio. Mesmo organizações ateias e de “livre-pensadores” são controladas por judeus. Aqui, eles empurram a invenção judaica do comunismo. Comunismo (onde a espiritualidade não é mais reconhecida), é o ponto de partida do cristianismo. O indivíduo é alimentado à força com um programa de mentiras e corrupção e, finalmente, chega a um estado onde eles questionam e depois negam qualquer coisa espiritual.

A Cabala Rúnica foi perdida. Ela é a chave para usar as runas. Os druidas usavam a Cabala rúnica extensivamente. Eles foram todos massacrados pela Inquisição, e a pena por posse ou uso de runas era a morte. Todo o conhecimento espiritual foi sistematicamente destruído e removido.

As runas são baseadas nas constelações e estão muito perto de ser, e se não, são o roteiro original dado a nós a pelos Deuses. As runas são semelhantes em muitas formas às antigas letras cuneiformes. As linhas das letras conectam os planetas das constelações, cada um em uma forma específica.

Os judeus corromperam, abusaram e profanaram a Cabala original e alegaram que fosse sua própria. Povos gentios, como os sacerdotes druidas que tinham o conhecimento da Cabala reais foram cruelmente torturados até a morte e abatidos.

Nossos Deuses foram horrendamente blasfemados e substituídos por impostores judeus. O verdadeiro significado do nome “Jesus” ou “Yeshua” é “Que seu nome seja apagado”. É ainda mais evidente com o significado deste nome, que este se trata de um arquétipo impostor judaico. Todos os nossos Deuses, e isto é, o nosso Deus Criador, conhecido como “Satan”, os judeus têm trabalhado para remover todo o conhecimento deles e substituí-los com mentiras.

“Destruiremos Deus” – os Protocolos dos Sábios de Sião

“Repreendeste os gentios, destruíste os ímpios; APAGASTE O SEU NOME PARA SEMPRE E ETERNAMENTE.” – Salmos 9:5

    • Nossos ensinamentos e textos sagrados foram tirados de nós, corrompidos, profanados, abusados e passados como “judaicos” em origem.
    • O nosso povo, os nossos sumos sacerdotes e os grandes mestres espirituais foram dizimados pela ferramenta judaica do cristianismo.
    • Os nossos feriados e celebrações foram profanados e corrompidos em sujeira cristã, onde divindades fictícias.
    • Nossa espiritualidade foi deformada e corrompida com mentiras e materialismo judaicos e foi ridicularizada como algo que nada mais é do que um absurdo.

O pior de tudo: todas as nações e pessoas de quem os judeus roubaram, eles caluniaram e difamaram em seus escritos fictícios, como a Bíblia. O Egipto é um exemplo flagrante. Em seus falatórios, os judeus destruíram o faraó, os povos egípcios, e seu fictício “Deus” dominou os Deuses egípcios e amontoaram sofrimentos incalculáveis aos povos gentios egípcios. Os judeus deixam insulto e injúria em seus hospedeiros e depois os destroem. Eles levam o que podem e reclamam como seu próprios depois de os profanar e corromper.

Números 31
7 E pelejaram contra os midianitas, como o Senhor ordenara a Moisés; e mataram a todos os homens.
8 Mataram também, além dos que já haviam sido mortos, os reis dos midianitas: a Evi, e a Requém, e a Zur, e a Hur, e a Reba, cinco reis dos midianitas; também a Balaão, filho de Beor, mataram à espada.
9 Porém, os filhos de Israel levaram presas as mulheres dos midianitas e as suas crianças; também levaram todos os seus animais e todo o seu gado, e todos os seus bens.
10 E queimaram a fogo todas as suas cidades com todas as suas habitações e todos os seus acampamentos.
11 E tomaram todo o despojo e toda a presa de homens e de animais.
17 Agora, pois, matai todo o homem entre as crianças, e matai toda a mulher que conheceu algum homem, deitando-se com ele.
18 Porém, todas as meninas que não conheceram algum homem, deitando-se com ele, deixai-as viver para vós.

Os judeus sempre tentam emergir como inocentes e, acima de tudo, como vítimas profissionais, não diferentemente de seu nazareno inventado. Todo o conhecimento oculto gentio foi retirado à força e entregue nas mãos dos judeus que usaram este para escravizar nossos Deuses, nossos povos, e nossas Nações. É tempo de recuperar o que é nosso e ficar orgulhoso. Satan está furioso! “Pois estes são tempos de vingança e haverá grande ira sobre essa gente.” Os ensinamentos e textos antigos contém o poder que precisamos para a guerra espiritual real. Isto é o que o inimigo mais teme. Os judeus só tem controlo espiritual sobre os nossos povos, enquanto o iludido usar seus símbolos, acreditar em suas mentiras, adorar suas divindades fictícias e reconhecê-los como o “povo escolhido”.
Devemos tomar de volta o que é nosso!

VOLTAR PARA SOL NEGRO 666